Ecobraz Emigre

Search
Close this search box.

Mineração Urbana

img-1

Felizmente a mineração urbana tem ganhado cada vez mais espaço na sociedade, visto que, se trata de uma maneira altamente eficaz de reduzir a dependência de recursos naturais e minimizar os impactos ambientais associados a ela. A qual além de não depositar resíduos no meio ambiente, ainda realiza a recuperação de insumos através de suas práticas de reciclagem e reutilização, por exemplo.

O que é mineração urbana?

Diferentemente da mineração tradicional que extrai matérias-primas diretamente da terra, a mineração urbana vem a ser a exploração e o reaproveitamento de recursos valiosos e que estão presentes em resíduos descartados nas cidades.

De forma mais simples, a mineração tradicional tem seu foco voltado aos minerais virgens, enquanto a mineração urbana visa reciclar e colocar novamente para uso (nem que seja de uma outra forma), aqueles itens que já não tem mais serventia para os consumidores.

Ou seja, a mineração urbana tem como foco os resíduos dos produtos que foram descartados pela população, como por exemplo: o vidro, o plástico, os metais-ferrosos e os não-ferrosos como (prata, ouro, cobre, alumínio, ferro e alguns outros), os quais podem ser reutilizados pela indústria, contribuindo assim para que um novo produto possa de originar a partir dele.

Quais os benefícios da mineração urbana?

  • Redução dos preços dos materiais, pois serão constituídos de matérias-primas secundárias;
  • Diminuição do impacto em relação a mineração tradicional sobre os recursos naturais;
  • Geração de novos empregos e novas rendas nessa área;
  • Reutilização de materiais de uma forma mais simplificada, visto que serão apenas derretidos e não refinados;
  • Melhoramento da gerência dos resíduos, já que tem como inspiração a economia circular;
  • Preservação de matérias-primas da natureza, pois na mineração urbana não há a necessidade que ocorra o processo de extração.

Abrangendo 3 pilares muito importantes: o econômico, o social e o ambiental é que podemos ter a convicção que além dos benefícios citados acima, a mineração urbana também contribui para outro quesito muito importante para todos, a sustentabilidade.

E para que essa prática possa ganhar a abrangência de cada vez mais municípios e ser acessível para todos eles, os investimentos são indispensáveis. Pois através deles a prática da mineração urbana conseguirá atingir os seus objetivos para com a recuperação de matérias-primas secundárias a partir do descarte de REEE (Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrônicos) no país e no mundo.

Qual a importância do descarte ecológico na mineração urbana?

O descarte ecológico facilita a realização da mineração urbana. Afinal, esse tipo de descarte é mais complexo do que imaginamos, para sermos mais específicos, ele acontece em 4 etapas, sendo elas: a retirada de produtos, a triagem (que consiste na separação e classificação de cada tipo de resíduo), a descaracterização, e por fim, a reciclagem.

Vale ressaltar a importância da etapa da descaracterização, que é a grande responsável pela separação das matérias-primas, para que estejam prontas para passar pelo processo de reciclagem posteriormente, e assim se tornarem versáteis de maneira a ser utilizadas de diversas formas dentro das empresas responsáveis por esses processos.

Depois de passar por essa etapa, finalmente, além de separados, os resíduos também estão seguros para serem enviados ao local onde ocorre a reciclagem, pois como sabemos, se realizado de forma incorreta, esses resíduos podem acarretar diversos perigos relacionados com a contaminação da natureza, a ameaça da saúde humana e também dos animais.

Mineração urbana e economia circular

A Comunidade Europeia realizou um estudo recentemente, que constatou que a reciclagem de resíduos tem a capacidade de reduzir em média 20% a necessidade da extração de materiais virgens até o ano de 2030. Além disso, vale destacar a economia grandiosa de mais de 600 bilhões de euros, também até 2030.

Ou seja, a mineração urbana necessita de investimentos por parte das indústrias, comércios, governos e até mesmo da própria sociedade, no entanto, o grande retorno econômico e ambiental é garantido. Sem contar que algumas reservas minerais podem acabar se extinguindo com o passar dos anos depois de passar por constantes extrações.

Mineração urbana no Brasil

Infelizmente, a mineração urbana no Brasil ainda enfrenta constantes desafios. O principal deles pode ser considerado: a falta de estrutura para a realização adequada desses processos, além da coleta seletiva que também é um problema, pois ainda não é abordada por todos os municípios brasileiros.

A falta de conscientização, por parte da população, a respeito da importância da separação dos produtos e da reciclagem de lixo eletrônico também é um problema muito importante a ser enfrentado. Certamente, temas como a educação ambiental contribuiriam muito para a quantidade de lixo recicláveis misturados com matérias orgânicas, por exemplo, diminuíssem.

Além disso, infelizmente a falta de regras e metas claras e específicas sobre o assunto ainda é gritante, o que gera insegurança jurídica e dificulta a implementação de projetos neste sentido. Sem contar, que acaba se tornando um impulsionador de atividades informais e inseguras, visto que o manuseio desse tipo de resíduo não é simples.

É reunindo todas essas informações, que infelizmente obtivemos o triste resultado em 2019, através do Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil, da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (ABRELPE), em que constatou a geração de quase 80 toneladas de resíduos sólidos, dentre os quais, apenas 3% foram reciclados de maneira correta.

Por isso, é tão importante que ocorra o apoio e também o investimento nessa causa, se possível, afinal, ela contribui e muito para sustentabilidade e através desse incentivo todo, certamente ela poderá atingir seu potencial para a recuperação de matérias-primas secundárias a partir do descarte de REEE (Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrônicos) no país e no mundo.

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compensar sua emissão de CO2 com o projeto de Reciclagem de Eletrônicos da Ecobraz Emigre pode ser benéfico por várias razões: