Ecobraz Emigre

Search
Close this search box.

O que é lixo eletrônico e como ele é classificado

lixo_eletrônico

O que é lixo eletrônico?

Lixo eletrônico, também conhecido como e-lixo ou resíduo eletrônico, é um termo utilizado para descrever todo o lixo ou resíduo proveniente de equipamentos eletrônicos descartados. Esses equipamentos incluem desde computadores, telefones celulares, TVs, eletrodomésticos até componentes eletrônicos menores, como baterias, cabos e placas de circuito impresso.

O rápido avanço da tecnologia e a obsolescência programada dos dispositivos eletrônicos têm contribuído para o aumento do lixo eletrônico em todo o mundo. À medida que novos produtos são lançados e os antigos se tornam obsoletos, muitas pessoas optam por substituir seus dispositivos eletrônicos, resultando em um acúmulo significativo de resíduos.

A classificação do lixo eletrônico pode variar dependendo do sistema adotado, mas geralmente leva em consideração os seguintes critérios:

1.

Equipamentos Grandes:

Isso inclui dispositivos maiores, como computadores de mesa, laptops, televisões, geladeiras, máquinas de lavar, secadoras, aparelhos de ar-condicionado, entre outros.

2.

Equipamentos Pequenos:

Essa categoria engloba dispositivos menores, como telefones celulares, tablets, câmeras digitais, MP3 players, fones de ouvido, carregadores, cabos, relógios inteligentes, eletrodomésticos portáteis, entre outros.

3.

Componentes e Peças Eletrônicas:

Essa classificação envolve todos os componentes e peças que fazem parte dos dispositivos eletrônicos, como placas de circuito impresso, processadores, memórias RAM, discos rígidos, baterias, fios e cabos.

É importante ressaltar que o lixo eletrônico não deve ser descartado junto com o lixo comum. Devido à sua composição, ele pode conter substâncias perigosas, como mercúrio, chumbo, cádmio e outros metais pesados, além de materiais plásticos não biodegradáveis. Essas substâncias podem causar sérios danos ao meio ambiente e à saúde humana se não forem devidamente tratadas.

Que impactos o lixo eletrônico pode causar?

Com o aumento do lixo eletrônico, podem ocorrer impactos ambientais ligados ao descarte inadequado, tais como redução do tempo de vida dos aterros sanitários, impactos na saúde pública e contaminação por metais pesados.

1 – Aterro sanitários

Os aterros sanitários são construções feitas para evitar que materiais derivados do lixo poluam o solo, os mananciais e o ar.

Quando despejam uma grande quantidade de lixo eletrônico nesses aterros, os plásticos, vidros e materiais perigosos encontrados nos eletrônicos, podem fazer com que o aterro atinja a sua capacidade máxima mais rapidamente de modo que sua vida útil seja bem reduzida.

2 – Danos a saúde

Apesar de não gerar impacto ambiental, os resíduos e a poluição vindos do descarte inadequado do lixo eletrônico podem trazer consequências às pessoas que trabalham no aterro ou moram em locais perto.

3 – Contaminação por metais pesados

Os dispositivos eletrônicos, pilhas, lâmpadas e baterias contém materiais como cádmio, chumbo, níquel, mercúrio e outros, que podem contaminar o solo e afetar a saúde das pessoas. Pode causar sérios problemas como câncer, problemas respiratórios e até mesmo coma.

Quais são os tipos de lixo eletrônico?

O lixo eletrônico, também chamado de Resíduo de Equipamento Elétrico e Eletrônico (REEE), pode ser dividido em quatro subtipos chamados de linha tendo verde, marrom,azul e branca.

1 – Linha verde

Que abrange a categoria de pilhas, carregadores, computadores, celulares e até fones de ouvido.

2 – Linha marrom

Que são os aparelhos televisores, dvd e caixas de som.

3 – Linha azul

Essa linha corresponde aos eletrodomésticos como secadores de cabelo, batedeiras e liquidificadores.

4 – Linha branca

São os eletrodomésticos de grande porte como geladeira,freezers e máquinas de lavar.

O que deve ser feito com lixo eletrônico?

Por causa da presença de metais pesados, o lixo eletrônico deve ter uma destinação diferente do lixo comum, pois ele pode causar maiores impactos no meio ambiente.

Logo o consumidor deve apagar todos os dados do aparelho, caso tenha seus dados pessoais. Ou seja, retornar as configurações de fábrica, para depois entregar à loja ou depositar em um ponto de coleta para que o material seja enviado para uma empresa especializada no descarte de lixo eletrônico.

Como é feita a reciclagem do lixo eletrônico?

O lixo eletrônico por ter vários componentes que afetam o meio ambiente, deve ser separado e submetido a um processo para que possa ser descartado corretamente.

Significa que para realizar esse processo é necessário contatar uma empresa especializada em descarte de lixo eletrônico.
Assim então, o componente passa por três etapas:

1 – Triagem

Os objetos são colocados em uma espécie de esteira onde são separados de acordo com o tipo que são, pois vão para diferentes grupos de processamento.

2 – Separação

Depois da triagem os produtos restantes são triturados por uma máquina e depois encaminhados para que sejam separados de acordo com a densidade, para que possam depois ser reutilizados seja pelo mesmo setor ou setores diferentes.

3 – Destinação final

Os componentes já separados e triturados são enviados aos seus destinos seja em indústrias de eletrônicos para serem reutilizados, seja para novas indústrias como joias ou eletrodomésticos.

Esse processo é benéfico tanto para o meio ambiente quanto para a empresa, pois além de ajudar a preservar os recursos naturais a companhia também pode contar com uma fonte “renovável” de matéria-prima.

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

4 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compensar sua emissão de CO2 com o projeto de Reciclagem de Eletrônicos da Ecobraz Emigre pode ser benéfico por várias razões: