Ecobraz Emigre

Search
Close this search box.

Obsolescência Programada

img-1

O que é obsolescência programada?

É uma estratégia de mercado usada por fabricantes para incentivar a compra de novos produtos.

Esse método tem como objetivo impulsionar o consumo, ter produção em massa e consequentemente um aumento dos lucros. É uma técnica aplicada desde 1920.

Para aplicar esse método as empresas desenvolvem produtos com problemas, como falhas planejadas, materiais de baixa qualidade e até restrição de atualizações.

Quais os problemas da obsolescência programada?

A obsolescência programada traz problemas como uso exagerado de recursos naturais, crescimento da cultura de descarte, aumento do impacto ambiental e custo para os consumidores.

Quais os produtos afetados pela obsolescência programada?

A obsolescência programada pode afetar uma grande amplitude de produtos. Conheça alguns deles:

1 – Eletrônicos de consumo

Smartphones, televisões e laptops. Devido a baterias insubstituíveis, instalação de softwares mais lentos e falta de atualizações.

2 – Eletrodomésticos

Microondas, geladeiras e máquinas de lavar. Por causa da falta de peças de reposição ou pelo alto valor de manutenção, é mais viável comprar um novo produto.

3-Produtos descartáveis

Lâmpadas, produtos de uso pessoal, pilhas e cartuchos de impressora. São produtos fabricados para terem curta duração ou serem usados apenas uma vez, incentivando a troca constante.

4 – Moda

Blusas, vestidos e acessórios.
Como as tendências da moda estão em constante mudança, as pessoas são incentivadas a descartar produtos novos por não serem mais considerados na moda.

Quais os tipos de obsolescência programada?

Além dos artifícios já citados as empresas utilizam várias formas para trazer a obsolescência aos produtos, sendo as principais:

1 – Funcional

O fabricante insere uma modificação durante a fabricação do produto para que este possa dar uma pane sem razão aparente, dessa forma o proprietário se torna obrigado a trocar o produto.

O documentário Light Bulb Conspiracy aborda um caso em que uma impressora para de funcionar sem motivo aparente e depois é descoberto que foi implantado um chip para que ela parasse de funcionar depois de algum tempo.

2 – Mecânico

Nesse tipo de obsolescência o produto é projetado para que com pouco tempo apareça uma mensagem de troca obrigatória mesmo que as peças estejam em perfeito estado.

É mais comum em eletrodomésticos, como máquinas de lavar e em impressoras.

3 – Restaurativo

Mais comum em smart e tablets, o valor de uma peça de reposição tem um custo mais alto do que o valor de um novo dispositivo.

4- Operacional

Acontece quando um dispositivo que já está antigo, não é mais capaz de suportar as atualizações do sistema ou quando o sistema já instalado deixa de ser operante.

Usado principalmente em smartphones e tablets, as companhias usam desse meio para vender mais aparelhos que sejam mais novos.

Quais são as causas da obsolescência programada?

Existem diversas causa pela qual as empresas adotam a obsolescência programada, dentre elas estão:

  1. Aumento da lucratividade.
  2. Incentivo ao consumo.
  3. Promover venda de produtos mais antigos.
  4. Aumento da competitividade no mercado.

Como a obsolescência programada afeta a sociedade?

A obsolescência programada traz muitas consequências para a sociedade, pois gera maior quantidade de lixo, traz grande impacto ambiental e há o desperdício de recursos naturais.

Também devido ao uso de materiais que não são biodegradáveis ou tóxicos, podem trazer diversas consequências para a saúde humana.

Porém os consumidores estão mais atentos e procuram alternativas para diminuir os impactos dessa ação, usando métodos como reutilizar os produtos e comprar produtos que sejam duráveis e sustentáveis.

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compensar sua emissão de CO2 com o projeto de Reciclagem de Eletrônicos da Ecobraz Emigre pode ser benéfico por várias razões: